VOCÊ PODE PAGAR MENOS NA SUA CONTA DE LUZ.

Precisamos da sua força para mudar esta realidade. Existe um projeto de lei que viabiliza a portabilidade da conta de luz: você vai poder escolher o seu fornecedor de energia e economizar na sua conta de luz. Assine o abaixo-assinado e vamos tirar esse projeto do papel!

saiba quanto você PODE economizar veja 5 razões para apoiar

0pessoas já querem energia livre

Participe do abaixo-assinado: apoie a portabilidade da conta de luz.

SIMULADOR DE CONTA DE LUZ RESIDENCIAL

Descubra quanto você vai economizar

Chega de susto na hora de pagar a conta de luz. Preencha os campos abaixo e veja em quanto o valor pode diminuir com a portabilidade.

Razões para Apoiar Energia livre

O mercado livre de energia no Brasil até existe, mas é tão limitado que talvez você nem tenha ouvido falar no assunto. No nosso país, os únicos consumidores que podem escolher seu fornecedor de energia com total liberdade são os que possuem grandes demandas (superiores a 3.000 kW), como grandes indústrias.

E você? Não quer ter poder de escolha também? Vamos nos unir para mudar esse quadro! A energia deve ser livre para todos. Motivos para tanto não faltam.

  • Ter o direito de escolher de quem comprar energia

    Com a portabilidade da conta de luz, você é livre para escolher, mudar de fornecedor e definir o plano que mais combina com as suas necessidades. Assim como já faz com os serviços de telefonia fixa e móvel. Como um consumidor do mercado livre, você pode negociar preços e prazos.

  • Pagar menos na sua conta de energia

    De cada R$ 100 que você paga de conta de luz, sem contar impostos e encargos, em média, R$ 22 vão para a distribuidora e R$ 78 vão para o fornecedor da energia. A abertura do mercado e o aumento da concorrência levariam esses fornecedores a reduzir o preço da energia ao consumidor final: você.

    Para você ter uma ideia, no mercado livre os preços praticados chegam a ser entre 20% e 30% inferiores às tarifas de energia cobradas pelas concessionárias locais. E quem não quer um desconto assim na continha de luz?

  • Utilizar fontes de energia renováveis

    Com mais opções de fornecimento, você pode escolher um fornecedor que trabalhe com fontes alternativas, como pequenas centrais hidrelétricas, biomassa, energia eólica, solar, entre outras.

    No ambiente de contratação livre, essas fontes são incentivadas: atualmente as empresas que compram energia de fontes renováveis recebem descontos de 50% a 100% na tarifa de uso do sistema de distribuição, reduzindo os custos para o consumidor final.

    A portabilidade na conta de luz trará maior competitividade ao setor elétrico, o que deve estimular as empresas a garantir o suprimento e atender a crescente demanda por energia, bem como melhorar os serviços prestados e oferecer preços mais competitivos e atrativos ao País e a novos investidores. A liberdade de escolha incentiva o uso de fontes renováveis, conservação de energia e difusão de novas tecnologias de consumo e produção de energia, diversificando a matriz energética no Brasil.

  • Melhoria no atendimento comercial

    Quando você tem só uma opção, é aquilo e acabou, certo? No mercado livre será diferente: você vai ter mais opções, o que aumenta a competição entre as fornecedoras de energia. Assim, vamos ver uma tendência à melhoria dos serviços dessas empresas, porque todas vão querer conquistar você, futuro cliente. E se você não gostar do serviço ou do atendimento, pode trocar de fornecedor, buscando sempre a melhor combinação em termos de qualidade e preço. Afinal, você é o consumidor, e novas opções não vão faltar.

  • Deu certo em vários países do mundo

    A portabilidade da conta de luz já é uma realidade em vários cantos do mundo. Nos EUA, 65% do mercado pode optar pelo fornecedor de energia, sendo o Texas o estado que tem o modelo mais avançado, tanto no atacado como no varejo. Já no Canadá, 50% do mercado tem a livre escolha.

    Na Europa, desde 2004, os consumidores industriais podem optar pela energia livre e, em 2007, o mercado foi liberado também para os consumidores comuns.

    A América do Sul também não fica para trás. Diversos países têm mercados mais desenvolvidos que o brasileiro. No Uruguai, por exemplo, quem consome a partir de 250 kW já pode escolher seu fornecedor de energia, no Peru, o mínimo é 200 kW e, na Colômbia, o montante é ainda mais baixo, de apenas 100 kW.

    Já no Brasil, infelizmente, a realidade é outra. Para poder escolher de quem comprar energia é preciso consumir mais de 3.000 KW/mês. Para se ter uma ideia, esse é o valor consumido por 20 casas. Precisamos mudar essa realidade e acompanhar a evolução que o mundo está vivendo. Não podemos ficar para trás.

pesquisa de opinião

O Brasil quer energia livre

Confira a pesquisa e veja como a portabilidade da conta de luz será bem recebida em nosso país.

ver mais baixar a pesquisa

Quem apoia a Energia livre

Conheça as instituições que já estão apoiando a energia livre no Brasil e faça parte dessa corrente.

  • logo-abraceel
  • America
  • Marca-atmo-final-01
  • bbce
  • bc-enercia
  • BEP
  • Bio-energias
  • bolt
  • logo-capitale
  • celernergia_digital
  • CMU
  • Coenergy
  • comerc
  • Logotipo_Deal
  • Delta
  • denki-kraft
  • ELETRON
  • Ecom
  • LOGO_FINAL
  • engie
  • logo_enbox
  • ecoflex
  • futtura-energy
  • grupo-lm
  • ENECEL
  • ibs-energy
  • Inowatt-Energia
  • Kroma_CMYK
  • Matrix
  • Nova-Energia
  • logo_pierp
  • primeenergy
  • Queiroz-Galvao
  • rp-energia
  • Safira
  • SOL-Pantone
  • tr-solucoes
  • Tradener
  • Votorantim
ver mais
Voltar para o topo